Xeque-Mate: Prisão preventiva de Fabiano Gomes é mantida e radialista é levado para o PB1

A Justiça da Paraíba manteve a prisão preventiva do radialista Fabiano Gomes durante audiência de custódia nesta quinta-feira (23). O comunicador foi levado para o Complexo Penitenciário Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes, o PB1, em João Pessoa.

Veja: Xeque-Mate: Fabiano Gomes é preso pela Polícia Federal em João Pessoa

Fabiano foi preso pela Polícia Federal no âmbito da Operação Xeque-Mate, que investiga um esquema de corrupção na Prefeitura de Cabedelo. O radialista é apontado como o articulador que resultou na compra do mandato do ex-prefeito de Cabedelo, Luceninha, que renunciou ao cargo em 2013.

Após a renúncia de Luceninha, Leto Viana (PR) assumiu as funções administrativas e concorrendo ao pleito de 2016, sendo reeleito. Em 2018, com o avançar das investigações, Leto Viana (PR) foi afastado das atividades do município.

Veja: Preso na Xeque-Mate, Fabiano Gomes passa por audiência de custódia nesta quinta (23)

Desde o dia 03 de julho, Fabiano Gomes cumpria medidas cautelares impostas pela justiça, sendo proibido pelo desembargador de deixar o território nacional. Em depoimento no dia 27 de abril, Fabiano havia confessado espontaneamente o cometimento do crime, explicando minuciosamente como ocorreu a compra do mandato do prefeito Luceninha.

Blog do Galdino