Connect with us

Notícias

Vídeo: Justiça constata possível crime ambiental praticado pela CAGEPA no Rio Mamanguape em Alagoa Grande

Postado

em

Imagem mostra por onde passa os dejetos da CAGEPA até chegar ao Rio Mamanguape (Foto: Walcides Muniz).

Agricultores ribeirinhos do Assentamento Rural Luigi Pescarmona, Zona Rural de Alagoa Grande, Brejo paraibano, conseguiram comprovar na justiça que a Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (CAGEPA) efetuava o despejo irregular de esgoto no Rio Mamanguape. O juiz da Vara Única do município, Dr. Jackson Guimarães, concedeu uma liminar dando um prazo de 20 dias para a CAGEPA corrigir o erro.

Segundo a decisão do magistrado, fica comprovada através das imagens áreas juntada ao processo, que um córrego foi aberto pela empresa, se tornando local de acesso dos dejetos da CAGEPA ao Rio Mamanguape.

Pesquisadores da Universidade Federal de Campina Grande visitaram o local e emitiram um laudo afirmando que a água (NÃO) encontra-se dentro dos padrões de potabilidade. As Secretarias de Infraestrutura e Meio Ambiente de Alagoa Grande elaboraram um relatório e enviaram ao Ministério Público, atestando a contaminação das águas, provocado pela a abertura do canal.

Na decisão, Dr. Jackson atesta que a água se torna inapropriada para o consumo humano e animal. Os ribeiros perceberam a contaminação na água, desde dezembro de 2018. O magistrado aplica um prazo de vinte [20] dias para o fechamento do canal, sob pena diária de R$ 2 mil.

Confira aqui decisão de Dr. Jackson Guimarães. 

Blog do Galdino