Vídeo: Delator afirma pagamento de R$ 8 mi de propina a paraibano

O ex-diretor de Relações Institucionais da JBS, Ricardo Saud, disse em delação premiada que efetuou o pagamento de R$ 8 milhões para o paraibano, na época senador Vital do Rêgo Filho (PMDB).  Atualmente, Vital ocupa o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União.
O delator revelou que existiam senadores do PMDB, que na época, pretendiam apoiar a candidatura do tucano Aécio Neves (PSDB), entre os inconformados estava o paraibano Vital do Rêgo. De acordo com Ricardo, a situação foi revertida após a interferência do PT, determinando o pagamento de propina aos peemedebistas, revelou o ex-diretor aos procuradores.
Ricardo disse que o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi o interlocutor das negociações, pedindo à Joesley Batista o pagamento da propina. O delator contou ainda aos procuradores, que o dinheiro saiu de uma conta de R$ 300 milhões, que a empresa deixou disponibilizado para o PT, os valores seriam gastos na campanha de 2014.