União do MDB com Cidadania foi um ato de “desespero”, crava Marcelo Bandeira

O vereador e presidente da Câmara de Guarabira, Marcelo Bandeira (PDT), afirmou que a união do MDB com o Cidadania foi um ato de “desespero” de Roberto e Raniery Paulino. Segundo Marcelo, a pré-candidatura do MDB sempre apareceu na terceira colocação das pesquisas. Marcelo garantiu que, em todos os levantamentos, o prefeito Marcus Diôgo ocupa o primeiro lugar. Ouça.

Raniery Paulino sempre foi um dos maiores críticos aos governos de Ricardo Coutinho e João Azevêdo. Raniery sempre procurou se posicionar contrário ás medidas do Governo do Estado, inclusive, apoiou o pedido de impeachment contra o governador João Azevêdo e a vice-governadora Lígia Feliciano, protocolado na Assembleia Legislativa pela bancada de oposição.

Numa entrevista a Rádio Band News FM, em João Pessoa, Raniery cogitou a participação de João Azevêdo no esquema que desviou recursos da saúde pública da Paraíba, que acabou originando a Operação Calvário. Com a decisão de apoio a João Azevêdo, Raniery acabou se desviando de sua linha política e deixou de seguir a sua coerência política.

Redação/Blog do Galdino 

error: Este conteúdo é protegido!