Ungido líder, Lira recebe ligação de Temer e prega união do PMDB

Como esperado, o paraibano Raimundo Lira foi ungido como novo líder do PMDB no Senado na noite desta terça-feira (04). Com apoio de Renan Calheiros, Romero Jucá e José Maranhão, Lira comemorou a escolha, que foi por unanimidade, e afirmou, em entrevista ao Portal MaisPB, que terá como principal missão harmonizar a bancada.
“Recebi a notícia com muita responsabilidade, em face ter sido escolhido por aclamação, o que aumenta a nossa missão. Como princípio, quero sempre manter a bancada da forma mais harmoniosa possível”, ressaltou.
Após a decisão do PMDB, o presidente Michel Temer ligou para Lira e parabenizou pelo posto. O senador aproveitou o momento para agradecer o apoio que recebeu do também paraibano José Maranhão.
“O presidente Michel Temer me telefonou, me congratulando e parabenizando pela forma que fui eleito. Também quero que seja destacado que eu recebi um apoio importante e fundamental do senador José Maranhão. Agora, poderemos ainda mais fortalecer o PMDB na Paraíba”, declarou.
Crise Política
Raimundo Lira vai liderar o partido do presidente Michel Temer no Senado, no momento que o Brasil passa por uma das maiores crises políticas da história. Por conta disso, o paraibano quer focar na união do partido.
“Meu papel vai ser restrito a bancada do PMDB. Não tenho pretensões de influenciar na crise política. Nós vamos trabalhar para que o PMDB tenha a sua participação de forma unida”, finalizou.

Blog do Galdino/MaisPB