Serão zerados os impostos federais sobre gás de cozinha e o diesel, diz Bolsonaro

Os impostos federais que incidem sobre o gás liquefeito de petróleo GLP (o gás de cozinha) e o óleo diesel, deixarão de ser cobrados. O presidente Jair Bolsonaro fez o anúncio na última quinta-feira (18), durante a sua Live semanal nas redes sociais. A taxa dos impostos federais sobre o preço das mercadorias (gás de cozinha e diesel) serão zerado a partir de 1º de março.

O presidente pretende suspender, definitivamente, a cobrança sobre o gás de cozinha, porém, a cobrança sobre o diesel irá durar por mais dois meses. O presidente adotou nas últimas semanas um discurso contra a Petrobras, revelando que política de preço da estatual não será mais segredo, exigindo transparência em todo o processo administrado pela a empresa.

“A partir de 1º de março agora, não haverá mais qualquer tributo federal no gás de cozinha, ad eternum. Então, não haverá qualquer tributo federal no gás de cozinha, que está, em média, hoje em dia, R$ 90, na ponta da linha, para o consumidor lá. E o preço na origem está um pouco abaixo de R$ 40. Então, se está R$ 90, os R$ 50 aí é ICMS, imposto estadual, e é também para pagar ali a distribuição e a margem de lucro para quem vende na ponta da linha”, disse o presidente.

Blog do Galdino