Projeto Legislativo isentando pagamento da TIP a moradores rurais de Guarabira é aprovado na Câmara

A Câmara Municipal de Guarabira, Agreste paraibano, aprovou no início da noite desta terça-feira (28) o Projeto Legislativo que isenta moradores rurais do município de pagarem a Taxa de Iluminação Pública (TIP). Os parlamentares derrubaram o Decreto do Executivo 105-2016, que fixava um índice de contribuição dos moradores com a TIP.

Na última segunda-feira (27), o líder da bancada girassol, vereador Renato Meireles (PSB), disse durante entrevista ao programa Balanço de Notícia na Rádio Guarabira FM, que a decisão do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) é unilateral, afirmando que a Câmara é a representação do povo.

“É um ato unilateral do prefeito, esse decreto inclui moradores rurais na cobrança da TIP (Taxa de Iluminação Pública). Imagina os agricultores que sobrevive de seu plantio ou comercialização de animais, e aumentando a preocupação de se responsabilizar com essa cobrança. A Câmara é a representação do povo guarabirense, derrubamos esse decreto, principalmente nesse momento de instabilidade financeiras no país. Não aceitamos que esses familiares paguem por um serviço inexistente em sua localidade”, disse Renato.

Os vereadores da base de sustentação do executivo, composta por Renato Toscano, Elias Asfora, Leonardo Macena, Tiago do Mutirão e Luciano do Bolo, foram contrários ao Projeto Legislativo. Enquanto a bancada de oposição formada por, Marcelo Bandeira (autor do Projeto), Renato Meireles, Michel do Empenho, Michele Paulino e Wilsinho, votaram favoráveis ao Projeto do Legislativo.

A responsabilidade para desempatar a votação ficou com a presidente da Câmara, Neide de Teotônio, o placar estava 5 a 5, decidindo votar favorável ao Projeto do Legislativo, encerrando a votação por 6 a 5.

Os vereadores Marco de Enoque, Saulo de Biu, Jáder Filho e Zé Ismai não compareceram à sessão desta terça (28).

Blog do Galdino