Prefeito Murílio Nunes desobedece recomendação do MP e gera aglomeração em Araçagi

 

Evento político organizado pelo prefeito Murílio Nunes (Cidadania), pré-candidato a prefeito em Araçagi, desobedeceu à recomendação do Ministério Público Eleitoral e gerou aglomerações na cidade. Murílio se reuniu com aliados neste sábado (12) num prédio localizado no centro da cidade para anunciar à pré-candidata a vice-prefeita, Carminha Câmara (MDB). Correligionários e apoiadores políticos seguiram a pé com bandeirolas até o local onde ocorria o anúncio.

A recomendação do Ministério Público Eleitoral da 47º Zona foi publicada no último dia 10 de setembro, dois [02] dias antes de acontecer à aglomeração política de Murílio Nunes (Cidadania). O órgão orientou aos responsáveis pelos partidos políticos que cumpram o Decreto do Governo Estadual, nº 40.304/2020, assim, “abstendo-se de promover aglomerações, reuniões e convenções partidárias presenciais”, escreveu o promotor Eduardo Barros Mayer.

Um assessor de Murílio gravou um áudio convidando os aliados a comparecerem a uma praça da cidade e orientando os donos de motocicletas e carros a se concentrarem próximo ao Posto de Combustível de Duarte. Segundo o áudio do assessor, algumas comitivas de aliados das comunidades rurais se encontrariam no local. Ouça.

Não houve nenhuma fiscalização que impedisse ou comunicasse aos responsáveis sobre os riscos de propagação da Covid-19 entorno da aglomeração promovida pelo o próprio prefeito. Desta forma, a Prefeitura Municipal também desobedeceu à recomendação do Ministério Público Eleitoral, que solicitou a disponibilidade de uma equipe de fiscais para orientar e caso ocorresse o descumprimento, tomassem medidas junto a Delegacia da Polícia Civil.

O Ministério Público Eleitoral da 47º Zona ainda não se manifestou sobre a desobediência promovida pelo o agrupamento político do prefeito Murílio Nunes. O próprio gestor não se justificou sobre o descumprimento da recomendação do órgão e do Decreto do Governo Estadual, nº 40.304/2020. Clique aqui e assista ao vídeo.

Redação/Blog do Galdino