Paraibano de Alagoa Grande lança livro no Rio de Janeiro

O paraibano José Cardoso de Santana, natural da cidade de Alagoa Grande, lançou o seu primeiro livro na noite desta segunda-feira (12), no Centro Integrado de Educação Pública (Ciep). Cacá, como é popularmente conhecido, nasceu na Comunidade Pedra de Santo Antônio e até os 19 anos trabalhou na agricultura.

Analfabeto, em 1975 foi para o Rio de Janeiro, onde começou a estudar e trabalhar. Hoje, com 62 anos, trabalha como jardineiro no Clube de Regatas do Flamengo, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro.

O projeto do qual Cacá participou, envolveu 46 alunos com idades entre 16 e 70 anos, recém-alfabetizados do Programa de Educação de Jovens e Adultos (PEJA). Os alunos produziram seus próprios livros pela plataforma educacional Estante Mágica.

“Eu vejo que é possível realizar alguma coisa que você nem imaginava que pudesse conseguir. Escrever livros era só para pessoas de formação acadêmica”, disse emocionado, ao ser entrevistado pela à Agência Brasil.

Jose Carlos Santana também declarou que a sua sensação é de perplexidade ao perceber que um homem como ele, que antes era analfabeto, hoje assina um livro de sua autoria.

Após o lançamento, Cacá está decidido e já sabe o que vai fazer: retomou os estudos e pretende chegar à faculdade de paisagismo (outra de suas paixões) e até já fez curso no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Uma história de luta, dedicação e superação, que orgulha Alagoa Grande, Brejo paraibano.

Marcelo Félix/Blog do Galdino