Nota: Assessoria rebate denúncia de Lira sobre filha de Maranhão e confirma função em gabinete do ex-senador Vital

O senador José Maranhão (MDB) divulgou uma nota contestando a denúncia do senador Raimundo Lira (PSD), afirmou que a filha do emedebista recebeu aproximadamente R$ 700 mil sem prestar uma hora de expediente no gabinete do então senador Vital do Rego. Lira chegou a declarar, que Maranhão “exigiu” o cargo num salário de R$ 14 mil mensais.

Ouça: Raimundo Lira diz que filha de José Maranhão recebeu quase R$ 700 sem prestar serviços

A Assessoria atribui o termo “ela” a filha do senador Maranhão em vários momentos da nota, e diz que a denúncia de Lira “é uma calúnia deslavada”, afirmando que Maria Alice Maranhão assinava Ponto Eletrônico.

“Ela assinava Ponto Eletrônico quando residiu em Brasília e Livro de Ponto ao passar a exercer as atividades no gabinete do senador (Vitalzinho) na Paraíba”, diz trecho da nota.

O documento aponta que José Maranhão pediu a época a exoneração da filha.