Marcelo Bandeira pretende se filiar no Cidadania, seu segundo plano é o PDT

O vereador e presidente da Câmara de Guarabira, Marcelo Bandeira, atualmente no PSB, possivelmente, não irá se filiar ao partido do governador João Azevêdo, o Cidadania. O parlamentar já declarou que não migrará para o mesmo partido que Célio Alves e seus aliados estiverem. Com isso, Marcelo deverá se filiar ao PDT, a sigla é comandada no estado pela vice-governadora Lígia Feliciano.

Desde o ano passado que a esposa de Marcelo, a Srª Mônica Bandeira, tornou-se presidente do PDT de Guarabira. Inclusive, já oficializou a pré-candidatura a prefeito do advogado Antônio Teotônio pelo partido.

Curtinhas da Redação