Mallaguty elogia Teotônio, mas prefere Drª Flávia na chapa do MDB em Guarabira

Mallaguty e Raniery. Imagem registrada durante o ano de 2018.

O vice-presidente do MDB de Guarabira, ex-vereador Armando Mallaguty, negou qualquer possibilidade do seu partido (MDB) indicar o candidato a vice para favorecer o projeto político do advogado Antônio Teotônio (PDT). Mallaguty garantiu que o MDB lançará um pré-candidato com o sobrenome Paulino, segundo ele, será definido entre Roberto e Raniery. O emedebista também afirmou que uma pesquisa definirá os critérios para escolher o representante do partido nas urnas.

“O que tiver condições de vencer (Roberto ou Raniery). A cabeça (chapa) é do MDB, o vice sai da composição e estamos conversando. O critério é uma pesquisa para indicar o nome (MDB)”, disse Mallaguty.

De acordo com Mallaguty, os representantes do MDB de Guarabira conseguem observar alguns nomes com condições para preencherem o cargo de vice-prefeito nas eleições de outubro. Na avaliação do emedebista, Teotônio seria uma opção do PDT para formar a chapa com o MDB que indicaria o candidato a prefeito.

“Vejo com bons olhos no PDT, Teotônio, Neide e Marcelo Bandeira”, argumentou.

Mallaguty declarou que o jogo está zerado, mais garante uma união com o governador João Azevêdo em Guarabira, o que dificultaria o andamento da pré-candidatura de Teotônio no município. O advogado decidiu no último dia 03 de abril retirar do Cidadania a sua esposa, vereadora Neide. Essa decisão do casal oficializou um rompimento com o chefe do executivo estadual, o que afasta a chance de união das oposições em Guarabira envolvendo Teotônio e João num mesmo palanque.

Drª Flávia, filha do médico Aluízio Paredes.

Entorno do Cidadania, Mallaguty declarou que apenas três nomes dentro da sigla tem critérios suficientes para preencher a chapa. Contudo, ex-vereador cravou o nome da médica pediatra, Flávia Paredes, como a melhor alternativa para a composição dos partidos.

“No Cidadania vejo Josa da Padaria, Renato e Drª Flávia Paredes. Drª Flávia é nova, tem DNA, é uma grande médica”, disse Mallaguty.

Blog do Galdino