Lula deixa sindicato no ABC a pé e se entrega à PF

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou o Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo, no ABC paulista, neste sábado (7), para se entregar à Polícia Federal e cumprir o pedido de prisão expedido pelo juiz federal Sergio Moro na última quinta-feira (5). Por volta das 17h, ele entrou no carro com seu advogado, Cristiano Zanin Martins, mas foi impedido de sair pela militância à frente do portão.

Ele foi a pé para evitar novo impedimento, entrou em outro carro que estava fora do sindicato e foi em comboio da polícia. Teve muito empurra-empurra para barrar sua saída do ex-presidente. Houve gritos para que ele não se entregasse.

Ainda não há informações sobre o destino para onde ele está se dirigindo. O petista não havia atendido à oportunidade oferecida pelo magistrado de comparecer de forma voluntária à Polícia Federal, em Curitiba, até 17h (de Brasília) da última sexta-feira.

Ele quis antes participar de uma missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia, que faria aniversário de 68 anos nesta data, e depois almoçou com familiares.

Informações do Site Uol