Lira reage a críticas de setores do Governo: “Democracia é respeito”

O paraibano Raimundo Lira, líder do PMDB no Senado, reagiu às críticas de setores do Governo e do PSB em relação a seu voto na sessão que deliberou sobre o afastamento e aplicação de medidas cautelares, por meio do Supremo Tribunal Federal, ao senador Aécio Neves (PSDB-MG).
Na tarde desta quinta-feira (19), o peemedebista voltou a afirmar que o posicionamento não representa uma defesa de Aécio, mas sim a independência do Senado Federal. Mesmo assim, Lira garantiu que a democracia lhe dá o direito de votar de acordo com a sua convicção.
“Esse voto não tem nada a ver com Aécio, mas sim com a autonomia do Senado. Agora, cada pessoa ou partido enxerga de uma forma. Cada um dá sua opinião e tem a convicção de achar o que é certo. O sistema brasileiro é democrático e democracia é respeito as posições de cada um. Não somos obrigados a fazer tudo aquilo que não é de sua convicção”, ponderou.
Blog do Galdino/Mais PB