Lira admite ‘desconforto’ com citação envolvendo Manoel Jr. em denúncia da PGR contra Temer

O senador Raimundo Lira (PMDB) admitiu o desconforto com a citação do nome do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB), na denúncia do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer, apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF), na última quinta-feira (14). Manoel teria recebido, supostamente, dinheiro fruto de corrupção.
“Temos de aguardar os acontecimentos e desdobramentos. Qualquer denúncia é sempre uma coisa desagradável. Até porque nessa denúncia havia uma indicação de um valor relativamente insignificante considerando todos os demais relacionados”, tentou minimizar Lira.

A denúncia apresentada por Janot contra Michel Temer – crimes de obstrução à Justiça e organização criminosa -, relata que os políticos denunciados arrecadaram mais de R$ 587 milhões em propina. Manoel Júnior, então deputado federal, teria recebido um valor de R$ 800 mil em propina, em 2015, segundo o relatório da procuradoria. O vice-prefeito da Capital é identificado no esquema pelo codinome ‘Bob Paraíba’.
Blog do Galdino/Blog do Gordinho