Hilário: Ex-vereador defende decisão de Célio e crava candidatura própria do Cidadania

Se não bastasse a desistência de Célio Alves de concorrer a Prefeitura de Guarabira ao optar por permanecer no comando do ODE, ressurgiu um novo protagonista no campo político do município. Na verdade, um velho conhecido dos guarabirenses, aquela figura que levou uma rasteira ao perder a presidência do PDT municipal. O ex-vereador Beto Meireles defendeu a decisão de Célio, contudo, afirmou que o Cidadania terá uma candidatura própria em Guarabira nas eleições de outubro.

Acesse: Vídeo – Célio decepciona aliados ficando no ODE ao invés de disputar a Prefeitura de Guarabira 

O texto Hilário de Beto diz que o objetivo do grupo é construir um plano de governo que atenda a população mais necessitada do município. Por incrível que pareça, Beto Meireles e companhia estão agregados no Governo do Estado há mais de 8 anos, levando a crê que é impossível cumprir a promessa de atender a população mais humilde de Guarabira. Acredite, esse período foi insuficiente para elaborar o plano citado pelo ex-vereador.

Confira abaixo o texto de Beto.

Desde o término das eleições estaduais em 2018 que temos defendido o nome do companheiro e presidente municipal do nosso partido, Célio Alves, como candidato ao cargo de prefeito de Guarabira nas eleições deste ano, representando nosso agrupamento político. Mas sua decisão trazida a público na noite de hoje em permanecer na pasta de Secretário Executivo do Orçamento Democrático Estadual, continuando a contribuir com a gestão de João Azevedo, impede a sua candidatura, algo que tem que ser respeitado.

Continuamos com o mesmo sentimento e o nosso grupo segue firme em busca de melhor qualidade de vida para a nossa população. Seguiremos dialogando para construir um plano de governo, que venha representar a nossa sociedade como um todo, de maneira especial àqueles mais necessitados de vez e voz.

O Cidadania terá, sim, candidatura própria e em breve estaremos revelando o nome do nosso pré-candidato a prefeito. Infelizmente, o cenário atual não é adequado para debatermos política, mas o calendário eleitoral tem prazos a se cumprir.

Seguiremos adiante. No nosso grupo o coletivo sempre será maior que qualquer nome!

Blog do Galdino 

error: Este conteúdo é protegido!