Grupo promove em maio I Festival de Jazz e Blues Sivuca em Itabaiana

 

A cidade de Itabaiana vai sediar nos dias 25 e 26 de maio o I Festival de Jazz e Blues Sivuca, promovido pelo grupo Taberna Cultural. Gratuito, o festival vai contemplar vários ritmos e estilos, embora focará principalmente o Jazz e Blues. Também haverá a realização de oficinas e fóruns sobre música, visando, acima de tudo, exaltar o nome do grande mestre do acordeom, Sivuca, filho ilustre de Itabaiana.

Segundo os organizadores do evento, o I Festival de Jazz e Blues Sivuca possui todo um trabalho ligado às áreas de educação, cultura, comunicação e arte, buscando a propagação do conhecimento musical e o estímulo a mudança de visão dos indivíduos a esse respeito, principalmente mostrando que há um grande diferencial entre a música voltada para cultura de massa e a música de salas de concerto.

O principal objetivo é apresentar aos cidadãos os meios utilizados na produção de trabalhos musicais, despertando dessa forma o interesse de jovens e adultos para uma profissionalização nas diversas áreas da música.”Por isso nosso primeiro passo é o trabalho com oficinas e workshops sobre música, trabalhando dessa forma a formação de público para o festival, que contará com a participação de músicos e bandas de Jazz e Blues da região e nacionais, preparando assim a população local para receptividade do projeto”, diz o grupo Taberna Cultural.

Há 3 anos a Taberna Cultural vem trabalhando o resgate histórico do município e criando atividades de inclusão social através da cultura. “Recentemente Itabaiana entrou no mapa turístico nacional e, como se é sabido, turismo e cultura caminham lado a lado no desenvolvimento de um município. Foi pensando nisso que criamos o I Festival de Jazz e Blues Sivuca, nosso maior músico sendo lembrado em um evento que passeie entre vários estilos musicais, com artistas locais, regionais e nacionais, além de uma caracterização dos nossos artistas baseada nos anos 20, auge do jazz e blues. Levar isso para as escolas, praças e população em geral faz com que eles valorizem e vivenciem a história da própria cidade. Nosso maior foco é retomar a identidade do município para que assim possamos construir dias melhores no futuro”, afirma o grupo.

Histórico cultural e artístico

Ao justificar a realização do evento, os idealizadores lembram o histórico cultural e artístico da cidade. Localizada a cerca de 70 km da capital paraibana, João Pessoa, a cidade de Itabaiana, também conhecida como “Rainha do Vale do Paraíba”, faz parte da Mesorregião do agreste paraibano, sendo a maior cidade e sede da microrregião de Itabaiana que engloba os municípios de Juarez Távora, Juripiranga, Gurinhém, Salgado de São Félix, Mogeiro, São José dos Ramos, São Miguel de Taipú, Pilar, Caldas Brandão, Ingá e Riachão do Bacamarte.

“Itabaiana possui um belíssimo histórico cultural, com construções antigas, como Igrejas, obeliscos, praças, casarões, etc. Além de ser um crescente berço artístico que, infelizmente, é pouco reconhecido tanto dentro do Estado da Paraíba como a nível de Brasil, entramos numa fase de `ostracismo´ cultural, onde infelizmente nossos jovens pouco conhecem de nosso município, e consequentemente de sua própria história como cidadãos itabaianenses. Somos terra natal de Severino de Andrade Silva (Poeta Zé da Luz), do jornalista Abelardo Jurema, do artista plástico Otto Cavalcanti, cidade abraçada como berço pelo poeta Jessier Quirino, do documentarista Vladimir Carvalho e nos voltando totalmente para a área musical e para seu filho mais ilustre, Severino Dias de Oliveira, o Mestre SIVUCA, grande músico que levou o acordeom para dentro das salas de concerto do mundo todo”, destacam os integrantes do grupo Taberna Cultural.

Acessibilidade

As apresentações ocorrerão ao ar livre na Praça Epitácio Pessoa, que possui acesso facilitado para portadores de necessidades especiais.

Programação:

Dia 25

– Quinteto Uirapuru

– Glorinha Gadelha (participação especial)

– Cezinha

– In the Mood Hard Blues

– Blues etílicos (a confirmar)

Dia 26

– Encontro de sanfonas (à tarde)

À noite

– Sarau das Almas

– Orquestra de Itabaiana

– Coral vozes da Feira

– Coral Voz Ativa

– Henrique Ornellas

– Nathalia Bellar e Dibuiá

– Adeildo Vieira

– Helinho Medeiros + Quarteto + Forró de Chá Preto

Blog do Galdino/Parlamento PB