Gilson Cândido rebate Geraldo Medeiros ao defender o comércio e faz criticas ao Governo do Estado

Gilson também já ocupou a Direção do Hospital Regional e UPA de Guarabira. (Foto: Facebook de Gilson).

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Guarabira (ACEG), Gilson Cândido, rebateu o Secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, que responsabilizou o comércio guarabirense pelo o aumento no número de casos da COVID-19 no município. Geraldo participou da sessão remota da Câmara Municipal de Guarabira na última terça-feira (19). Segundo Gilson, jogar a culpa para o comércio é uma tentativa de “encobrir” a falta de atenção com a região.

“A insistência retórica de acusar o comércio como causa do aumento de casos da COVID em Guarabira, é uma cortina para encobrir a inércia da gestão em relação à melhoria da estrutura da saúde para o Brejo”, descreveu Gilson.

Gilson também lamentou a falta de investimento do Governo Estadual para a saúde de Guarabira, citando a falta de leitos para receber pacientes infectados pela COVID-19. Gilson também alertou que não houve nenhuma contratação de profissionais para reforçar ás equipes do Hospital Regional e UPA da cidade.

“Lamentável que um Secretário de Saúde do Estado participe de uma sessão da Câmara de vereadores do município, e não apresente nenhum dado novo, relativo a investimentos na saúde para a região. Nenhum leito a mais, nenhuma melhoria na estrutura de transporte de pacientes, nenhuma contratação de pessoal para reforçar os quadros da UPA e Regional”, Revelou Gilson.

Como forma de chamar a atenção do Governo do Estado, Gilson afirmou que “chega a ser vexatório” saber que o único investimento para as unidades de saúde de Guarabira, foram os túneis de desinfecção doados pelo Grupo Guaraves. Confira abaixo.

Blog do Galdino