Empresa de pré-candidato a vice-prefeito de Cruz do Espírito Santo é favorecida em Prefeitura investigada por fraudes de licitações

Uma operação conjunta da Polícia Civil, o Gaeco, a Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas (TCE) e a Receita Estadual, foi realizada na Prefeitura Municipal de Alhandra e outras cidades nesta sexta-feira (10). O objetivo é investigar fraudes em licitações no âmbito da gestão municipal. As investigações apontam que parentes e amigos abriam empresas para se favorecerem dos contratos licitatórios com a Prefeitura em diversas áreas da administração.

O Blog do Galdino apurou e identificou que o pré-candidato a vice-prefeito em Cruz do Espírito Santo, Elly Norat, é beneficiado na Prefeitura Municipal de Alhandra. Conforme uma busca no Sagres, plataforma digital de acompanhamento do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), Elly recebeu dois pagamentos de R$ 5 mil em Alhandra, durante os meses de maio de 2019 e janeiro de 2020.

Na discrição do empenho de Elly, revela a prestação de serviços através de uma assessoria administrativa e financeira em licitações. Essa prática é um dos motivos que resultou na investigação, ou seja, fraudes em licitações, não que seja o caso de Elly. Porém, as autoridades investigam essa prática de favorecimento em contratos da Prefeitura de Alhandra.

Elly Norat não se pronunciou sobre o recebimento dos recursos em Alhandra, centro de uma investigação. Ele também não explicou sobre o favorecimento financeiro de sua ‘empresa’ em outros municípios do Litoral Sul paraibano. Veja abaixo empenho.

Redação/Blog do Galdino 

error: Este conteúdo é protegido!