Eleitor sem máscara não poderá votar, garante o ministro Luís Roberto Barroso

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, explicou se o eleitor se dirigir ao local de votação sem a máscara de proteção será proibido de votar. “Quem chegar sem máscara não vai votar e ponto”, garantiu o ministro. O pleito eleitoral irá acontecer no próximo dia 15 de novembro.

“Não é questão de livre arbítrio, é questão de proteção do outro. Livre arbítrio é para decisões que nos afetam, neste caso, sem máscara não vota”, disse Luís Roberto durante entrevista ao programa Ponto a Ponto da Rádio BandNews FM.

O ministro acredita que ás abstenções eleitorais não irão atingir altos patamares nestas eleições. Conforme Barroso, ás eleições municipais se tornam decisivas no contexto social das pessoas.

“A sociedade brasileira tem se tornado mais mobilizada, ela anseia pela atuação política e as eleições municipais são decisivas na vida das pessoas, porque define coisas importantes como educação, saúde, saneamento básico”, disse Barroso.

Blog do Galdino