Dupla é presa acusada de assassinar sargento dentro de quartel em JP

Sargento Joselio, assassinado dentro de sede do Corpo de Bombeiros da Paraíba.

Os suspeitos de assassinarem o sargento Joselio de Souza Leite, dentro da sede do Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, foram presos pela Polícia Militar. O crime aconteceu no início da manhã, e as prisões na noite desta quinta-feira (30).

A dupla foi presa no bairro do Valentina de Figueiredo, capital paraibana. A Polícia apreendeu a moto utilizada pelos criminosos durante o crime. Os dois foram identificados, sendo; Natan Afonso de Carvalho, de 18 anos de idade, e Jonas Sobrinho.

Nata, acusado de participação, apontado como condutor da motocicleta.

Na Central de Polícia, Natan confessou que pilotava a motocicleta, tendo participação direta no homicídio, e descreveu como ocorreu a fuga. O preso disse que o autor do disparo fez uma ligação após o crime, e contou que estava sendo procurado.

“Na fuga pegamos por trás dos Bombeiros. Ele foi me deixar para pegar alternativo. Depois disso cheguei em casa, deixei a moto na casa do meu cunhado, tomei banho”, completando, “Os homens estão atrás de mim, estão com as minhas fotos’. Daí eu perguntei onde, ele disse que pegou o Uber e estava escondido. Perguntei onde era e ele não quis responder”, disse.

O autor de efetuar os disparos, identificado por Jonas Sobrinho, é foragido da Penitenciaria Média de Mangabeira, acabou sendo preso durante uma operação policial no bairro do Valentina de Figueiredo, em João Pessoa. A arma usada no crime e a pistola do sargento foram encontradas, o helicóptero Acauã foi usado durante prisão.

Jonas, autor dos disparos que assassinou o sargento.

Blog do Galdino