Deputado abandona servidores, pede licença e evita votar a favor de João na ALPB

O deputado estadual Raniery Paulino (MDB) tomou mais uma decisão desproporcional, desta vez, literalmente desleal. O parlamentar novamente deixou de seguir seus princípios ideológicos e acabou contrariando a confiança do servidor público que encontrava no emedebista a “coragem” de vencer as duras medidas elaboradas pelo o Governo do Estado. Assim como fez com a bancada de oposição da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Raniery também abandou a categoria.

Devido ao discurso critico, o deputado tornou-se a esperança da categoria que buscava melhorias no relatório que engloba o Regime da Previdência Social no âmbito do Estado. Porém, na última terça-feira (04) Raniery se absteve da votação, deixando o servidor estadual de lado para não decepcionar o governador João Azevêdo. O relatório acabou sendo aprovado na Comissão Especial da ALPB. A proposta será votada nesta quarta-feira (12) em dois turnos no plenário da Casa de Epitácio Pessoa.

Para não se envergonhar, Raniery preferiu se afastar do mandato parlamentar, evitando participar da votação. O emedebista votaria favorável a ideia do Governo Estadual e novamente fugia da sua coerência política. Contudo, a surpresa do momento foi noticiada por alguns sites, informando que Raniery irá deixar a Assembleia Legislativa nesta terça-feira (11), um dia antes da votação.

Assume no lugar de Raniery o suplente de deputado Jullys Roberto (MDB), natural do município de São Bento. A desculpa utilizada por Raniery com o intuito de fugir da votação, é que se dedicará a pré-campanha do seu pai, Roberto Paulino (MDB), em Guarabira.

Redação/Blog do Galdino