Delegado responsável por ocorrência de estupro em Guarabira, diz que menina e jovem mantiveram relação sexual duas vezes

O delegado plantonista João Amaro, da 8º Delegacia Seccional de Guarabira, responsável por atender a ocorrência de estupro contra uma adolescente de 12 anos, na noite de quarta-feira, 24 de outubro, em Guarabira, afirmou que o acusado foi levado para o presídio João Bosco Carneiro. Em entrevista ao programa Balanço de Notícia, Rádio Guarabira FM, Dr. João revelou que menina e o jovem se conheceram através das redes sociais.

“Os dois se conheceram através do Facebook, e marcaram por duas vezes o encontro nessa casa em construção, no bairro da Primavera”, disse Dr. João.

Veja: Em Guarabira, jovem é flagrado com menina de 12 anos e pode pegar 15 anos de cadeia

De acordo com o delegado, os dois já haviam mantido relação no mesmo local da prisão. Segundo Dr. João, não houve a prática sexual forçada, tudo aconteceu de forma espontânea. A menina tem apenas 12 anos, que para o delegado se configura em estupro de vulnerável.

Estupro de vulnerável – (Artigo 217-A do Código Penal, consiste na prática de conjunção carnal ou outro ato libidinoso com menor de 14 anos ou contra pessoa que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência).

O delegado informou que o jovem é de família conceituada de Guarabira, inclusive, sua mãe já foi professora da menina. Dr João revelou que o jovem foi encaminhado para o presídio João Bosco Carneiro, e aguarda audiência de custódia.

Blog do Galdino