Chico Mala é punido pela Justiça Eleitoral ao realizar ato político irregular em Cuitegi

O pré-candidato a prefeito de Cuitegi, Chico Mala (Cidadania), foi notificado pela Justiça Eleitoral da 11ª Zona. Chico está proibido de realizar qualquer ato de propaganda eleitoral antecipada, podendo pagar uma multa de R$ 20 mil ao descumprir a decisão. A representação com um pedido de liminar foi apresentada pelo o PSDB municipal.

Chico realizou passeatas e carreatas de forma irregular, conforme a denúncia, descumprindo totalmente uma recomendação do Ministério Público Eleitoral. Segundo a decisão, o intuito de Chico Mala era conquistar votos e apoios com o movimento irregular na cidade e acabou “descumprindo o prazo de campanha para favorecimento próprio”, diz trecho da decisão.

A decisão explica que a irregularidade aconteceu no dia 13 de setembro, onde era permitido acontecer uma convenção partidária, contudo, Chico Mala “realizou um verdadeiro comício, seguido de uma carreata e passeata”, revela decisão. A justiça alerta que o evento organizado por Chico Mala ignorou e “passou por cima” das orientações ao reunir um número elevado de pessoas sem ás devidas precauções. Chico Mala desrespeitou a lei que versa sobre ás eleições de 2020, destacou a decisão.

A justiça informou que a denúncia foi baseada nas fotos e vídeos do evento, onde aparecem os pré-candidatos a prefeito e vice-prefeito caminhando com a multidão pelas ruas da cidade. Segundo a decisão, Chico Mala conseguiu expor ás pessoas aos riscos provocados pela pandemia da Covid-19, o novo coronavírus. Qualquer ato de campanha, só é permitido pela Justiça Eleitoral a partir do dia 27 de setembro. Confira abaixo a decisão.

Redação/Blog do Galdino