Camila Toscano: ‘Se Aécio não sair do PSDB, quem sai sou eu’, diz deputada estadual

A deputada estadual Camila Toscano ameaçou deixar o PSDB se o senador afastado Aécio Neves permaneça nos quadros do partido caso as acusações contra ele sejam comprovadas. Em entrevista na manhã desta terça-feira (23), Camila considerou que se houver comprovação de irregularidades cometidas pelo ex-presidente do partido, ele mesmo precisa pedir sua saída.

“Se for comprovado, acredito que ele (Aécio Neves) mesmo deixará o partido. Se ele não deixar, eu tenho que sair. Eu não posso ser colocada na vala comum de onde eu não faço parte”, declarou a deputada estadual.

Camila Toscano também falou sobre a Reforma Política. Ela se mostrou favorável a reforma e apóia o fim das coligações e das doações de empresas privadas.

“Eu sou favorável ao fim das coligações, que nas proporcionais entrem aqueles que são mais votados, é mais justo, é mais democrático. As eleições do ano que vem têm que ser modificadas”, disse Camila Toscano.

Questionada sobre a saída do PSDB da base aliada do Governo, a deputada disse que pelas reuniões que participou, o partido irá esperar toda investigação e não deixará a base ainda.

Click PB