Aliado de João chutou o pau-da-barraca e se recusou a apoiar os Paulinos em Guarabira

O Coronel Alencar, diretor da 2º CIRETRAN, chutou o pau-da-barraca ao discordar da união política entre o Cidadania e o MDB em Guarabira. O Coronel disse que não foi consultado e essa decisão surgiu de cima para baixo, pegando todos os aliados de surpresa. As declarações de Alencar foram dadas em entrevista nesta segunda-feira (27) na Rádio Constelação FM.

O Coronel Alencar declarou que respeita a decisão do governador João Azevêdo, contudo, não acatará e revelou que está fora desta coligação. É evidente que existia um pacto entre os aliados do Governo Estadual em Guarabira, numa clara tentativa de evitar qualquer aproximação com a família Paulino, conforme explicou Alencar.

“Desde o governo de Ricardo Coutinho o nosso grupo sempre dizia que ninguém fazia coligação com os Paulinos em Guarabira. É uma decisão do governo, ninguém discute. O pessoal do partido cumpre, agora, Coronel Alencar, não vou fazer parte dessa coligação não”, argumentou.

Coronel Alencar colocou o cargo a disposição e garantiu que não voltará atrás de sua decisão. O diretor da 2º CIRETRAN afirmou que a proposta defendida pelos integrantes do Cidadania em Guarabira, sempre foi uma candidatura própria no município. Segundo Alencar, se houve um comunicado a presidência municipal sobre a união com o MDB, o presidente Célio Alves não repassou essa informação aos integrantes do partido na cidade.

Redação/Blog do Galdino 

error: Este conteúdo é protegido!