A partida de um amigo, deixando alegria e saudades

Normalmente noticiamos de forma jornalística mortes e crimes que ocorrem. Hoje, peço licença aos leitores do Blog do Galdino para expressar o sentimento de partida de um amigo.

Hoje acordei com uma péssima notícia. Foi assim que amanheci nesta quarta-feira (18), a primeira informação do dia que poucos profissionais de imprensa desejam receber, a morte de um amigo, “Raelson, nosso amigo Luiz Antônio morreu, possivelmente vítima de um infarto fulminante”.

Confesso que nossa amizade foi construída num curto espaço de tempo, se conhecermos durante o período eleitoral de 2016, e aprendemos a conviver e desfrutar os bons momento da vida. Um ser humano apaixonado pela sua família, sempre apto a fazer novas amizades.

Costumeiramente encontrava Luiz, sentado debaixo de uma árvore ao lado da Prefeitura de Alagoa Grande, se aproximava e o cumprimentava, “grande Luiz”, era assim que o chamava. Naquele local, ele observava a beleza da Lagoa do Paó, admirava aquele cartão postal da cidade.

No último dia 11 de julho (decorrente ano) fui à cidade de Areia, Luiz Antônio dirigindo e conosco estava o grande Anchieta, foi uma viagem saudável e bons assuntos durante o trajeto.

A morte de Luiz aconteceu no início da madrugada. Luiz Antônio deixa esposa, e seu maior tesouro, o filho Thawã, menino sorridente e simpático assim como seu pai.

Luiz era um ser humano que todas as pessoas desejam ter sua amizade. Conquistou amigos por onde passava, na Prefeitura de Alagoa Grande onde era motorista, Luiz fez amizades com todos, e todos gostavam de sua amizade e presença.

Abaixo reservamos uma galeria dos bons momento dessa passagem de Luiz pelo planeta terra. Descanse em paz meu amigo.

Blog do Galdino/Raelson Galdino