Pular para o conteúdo principal
 

Suplente: O erro do discurso atinge lanços familiares de secretário na tribuna da Câmara em Alagoa Grande

Recentemente uma enxurrada de críticas infundadas foram realizadas pelo suplente de vereador Gilberto Marques (PR) a administração do prefeito Antônio Sobrinho (PSD), embora relate que não critica a gestão, Marques sempre encontra brechas para atirar contra a administração de Sobrinho. Certamente insatisfeito por não ocupar algum cargo na prefeitura, sempre optando em formular um discurso de ódio, chegando a incluir nomes de familiares de secretários em seus pronunciamentos.

Antes de apresentar o discurso vexatório adotado pelo suplente, frisarei aqui o porquê do novo Estádio Municipal (que será construído em Alagoa Grande) ser chamado “O Chibatão”, um dos pontos debatidos no município, e o principal motivo das falas. Durante solenidade para a assinatura de um convênio entre a Prefeitura de Alagoa Grande e a Fecomércio (órgão responsável pelas instituições SESC\SENAC) que disponibilizou carretas, que realizam atendimentos na saúde da mulher, com a realização de exames Citológicos e Papanicolau, além de cursos profissionalizantes. Veja foto abaixo da solenidade.
Lembrando que essa solenidade ocorreu no dia 28 de agosto, do decorrente ano. Pois bem, na oportunidade o prefeito Sobrinho disse durante o discurso se referindo as críticas e de ser chamado pelos opositores de o ‘senhor chibata’, revelou que o novo Estádio se chamará “O Chibatão”. Essa declaração tem incomodado a oposição, não gostaram da ideia e a singela homenagem do gestor ao apelido recebido. Explicado de onde surgiu o nome “O Chibatão”, daremos sequência.

Ítalo havia publicado três dias após o anúncio de Sobrinho, fotografias do local onde será construído o novo estádio, e escreveu o seguinte; “O novo Estádio de Futebol O Chibatão, começando a tomar forma. Mais uma importante obra do prefeito Sobrinho que irá marca uma NOVA HISTÓRIA no esporte de Alagoa Grande”, publicou na rede.

Essa publicação foi suficiente para o suplente Gilberto utilizar a tribuna da Câmara de Vereadores e atacar o Secretário Ítalo Avelar. Inclusive disse que Ítalo é incapaz e não tem amor pelo seu pai. Tendo em vista que o genitor do Secretário foi um grande desportista em Alagoa Grande e na Paraíba.

“Até isso aí ele esqueceu, está provando que não tem amor pelo seu pai”, disse. Percebe-se o discurso de ódio do suplente, ao incluir laços familiares do Secretário. Ítalo revelou que aguarda uma retratação do suplente, tendo em vista que o mesmo rompeu barreiras, ao se referir do sentimento de amor que tem para com seu pai.

Gilberto aproveita o curto período que tem na Câmara, na oportunidade assumiu a vaga do vereador Fabrício Fortunato (PSDB), que se ausentou da casa para tratar assuntos pessoais. Certamente em não ocupar cargos na gestão, o discurso do suplente deverá permanecer. É aguardado o pedido de desculpas na tribuna e o reconhecimento que errou, ao apontar o Secretário Ítalo como autor do nome “O Chibatão” para o Estádio.

Ítalo se pronunciou e classificou Marques, como ‘vereador temporário’, tendo em vista que o suplente chamou o Secretário de incapaz. Avelar fez um comparativo seu com Gilberto, ele [Gilberto] também já ocupou a pasta de esporte em gestões passadas. Ítalo apresentou as ações que desenvolveu a frente da pasta em apenas oito [8] meses de administração, superando o suplente e ex-secretário. Não irei citar porque são muitas, mais é nítida a alegria dos desportistas alagoagrandenses com o avanço na prática esportiva no município. Para encerrar e apontando a insatisfação dos opositores ao nome dado para o novo Estádio, esta semana o prefeito Sobrinho reafirmou que o novo Estádio será chamado “O Chibatão”, garantiu.

Aguardaremos uma retratação do suplente com o Secretário e com a administração, não adianta fazer oposição, só para ser visto como oposição.

Inauguração: Em breve os munícipes acompanharão as inaugurações que acontecerão em Alagoa Grande. Sobrinho ao assumir a gestão herdou aproximadamente vinte e nove [29] obras, que foram abandonadas por gestores que não tiveram a compreensão que os benefícios atenderiam a sociedade em geral. Umas das construções que de início representou o avanço na cidade, foi a construção ou recuperação dos banheiros públicos no centro histórico de Alagoa Grande. Sem esquecer de falar, das escolas da Usina Tanques, Vila São João e Sapé de Julião, prontas e serão entregues ainda este ano.
Compromisso com a cidade: Enquanto muitos políticos de Alagoa Grande estão preocupados em ser reelegeram, buscarem apoios e conseguir votos e sempre pensando em eleições, Sobrinho assumiu o compromisso de lutar e buscar a melhoria do nosso povo. Vejamos, um desses exemplos e seu empenho para a reabertura do Hospital Municipal da cidade, o local praticamente sem atendimentos expressivos há 6 anos, Sobrinho ao assumir a gestão iniciou juntos aos secretários a ideia de arrecadar recursos, nesse contexto, as obras da unidade hospitalar iniciaram com os recursos próprios do município, num valor de quase R$ 500 mil. Veja na fotografia abaixo Sobrinho vistoriando a obra. 
Outros R$ 500 mil serão destinados pelo Governo do Estado, o deputado Júnior Carneiro demonstrou interesse na ideia de Sobrinho, e juntos conseguiram a reativação do convênio com o governador Ricardo Coutinho, no entanto, apenas uma parcela de R$ 57 mil foi liberada.

Sobrinho não para de trabalhar: Demonstrando interesse com o atendimento à saúde das pessoas, Sobrinho iniciou o processo burocrático para iniciar os trabalhos de recuperação do Posto de Saúde do Distrito de Canafístula, a obra do local foi abandonada por gestores passados.

Próximos passos: Em breve apresentaremos novos investimentos do prefeito Sobrinho em Alagoa Grande. O que de fato sabemos, é que Alagoa Grande vive UMA NOVA HISTÓRIA. 

Blog do Galdino/Raelson Galdino

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre em Guarabira Zenobinho vítima de Edema Agudo de Pulmão

Morreu vítima de Edema Agudo de Pulmão, Antônio Altino Batista, conhecido como Zenobinho, na tarde deste domingo (16) no Hospital Regional de Guarabira. Ele passou mal em sua residência, socorrido, mas acabou não resistindo e veio a óbito. Na unidade hospitalar, teve três (03) paradas cardíacas.
Zenobinho sofria de pressão alta e diabete, no Hospital, a equipe médica realizou diversos atendimentos socorrê-lo, das três paradas cardíacas, os médicos conseguiram reverter em duas, a terceira, não foi possível.
Zenobinho era muito querido por diversos meios da sociedade guarabirense, sejam políticos, empresários, comerciantes, além de pessoas simples da cidade.

Guarabira ganhará biblioteca sobre trilhos em antiga estação

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB) realizará mais uma ação em torno da cultura e educação do município, desta vez, o gestor guarabirense conseguiu junto a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) um vagão de trem, que será transformado em uma biblioteca. Toscano está resgatando a antiga Estação Ferroviária, no Bairro da Esplanada, onde ficará o vagão doado.




Zenóbio anunciou que implantará algumas ações na localidade, onde recuperará a história ferroviária de Guarabira através do Museu da Ferrovia e a construção do Parque da Estação, que atenderá os moradores da Esplanada. O chefe do executivo municipal pretende restaurar a chamada ponte de tábua, que fica por trás do prédio.



O Parque da Estação receberá uma academia da saúde, duas quadras esportiva uma com piso, a segunda de areia, além de contar com equipamentos que atenderá as crianças e uma pista de skates.



Sobrevivente: Rafael diz que imaginou chegarem os três mortos em Araçagi

A equipe de resgate do Corpo de Bombeiro iniciou nesta terça-feira (25) o terceiro dia de buscas à Ivandro Batista [Vandinho], desaparecido no último domingo (23). Vandinho estava com o filho e amigos na praia do Coqueirinho, Baía da Traição, Litoral Norte paraibano, quando foi levado por uma correnteza.
De acordo com relatos de pescadores, o local onde Vandinho estava com o filho, é impróprio para o banho, o lugar acontece o encontro do rio com o mar. Durante o ocorrido, o filho de Vandinho relatou a pessoas próximas, que conseguiu erguer das águas o pai por um último instante, e percebeu que seu genitor (pai) estava com os olhos branco, e sem reação.
Rafael um dos sobreviventes, disse durante participação no jornalístico da Rádio Marmaraú FM, que caminhavam pelo banco de areia, instantes depois, revelou que não conseguiam alcançar o solo. Contou que Vandinho apenas pensou em salvar o filho, afirmou imaginar os três chegando em Araçagi ‘mortos’.  
Blog do Galdino/Raelson Galdino