Pular para o conteúdo principal
 

Gervásio participa de solenidade em homenagem aos 76 anos da Academia Paraibana de Letras

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia, participou nesta quinta-feira (14) da solenidade em comemoração aos 76 anos da Academia Paraibana de Letras (APL), marcada pelo lançamento da obra Gente do Taipu. Em dois volumes, o livro, do escrito Bandeira Lins, é o resultado de uma pesquisa que levou 25 anos sobre a ancestralidade da família materna do escrito José Lins do Rego. 

 Na ocasião, o chefe do Legislativo paraibano destacou a importância da APL para a cultura do estado. “A cultura é uma parte muito importante do desenvolvimento da sociedade. Nesse sentido, a Academia Paraibana de Letras tem desempenhado, ao longo dessas décadas, papel relevante na preservação de nossa cultura, de nossa história”, afirmou Gervásio Maia.

O presidente da APL, Damião Cavalcanti, também destacou a importância da entidade para o estado. “São 40 intelectuais vindos da literatura, das artes que, ao longo desses 76 anos, representam de forma concreta o que é a Academia, que tem o objetivo nobre de perpetuar aqueles que contribuíram para a cultura do estado da Paraíba”, completou. 

Já o escritor Bandeira Lins falou da satisfação em lançar a obra Gente de Taipu quando a Academia Paraibana de Letras chega aos seus 76 anos. “Apesar de ter nascido em São Paulo, me considero paraibano. Motivo que dá ainda mais alegria pela conclusão dessa obra, que retrata a ancestralidade de um dos homens mais brilhantes da literatura brasileira, que é José Lins do Rego”, comentou. 

APL - A Academia Paraibana de Letras foi fundada em 14 de setembro de 1941, pelo professor Coriolano de Medeiros. Com o nome inicial de Casa do Pensamento da Paraíba, a chegada da APL veio suprir uma lacuna na Paraíba, já que o estado era o único do país que não tinha uma entidade voltada para a preservação da literatura e das artes.
 
Inicialmente, a APL contou com 11 cadeiras, número, depois, aumentado para 30. Em 1959, com a reforma dos estatutos criaram-se mais 10, fixando-se, oficialmente, em 40.
Blog do Galdino/Assessoria

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre em Guarabira Zenobinho vítima de Edema Agudo de Pulmão

Morreu vítima de Edema Agudo de Pulmão, Antônio Altino Batista, conhecido como Zenobinho, na tarde deste domingo (16) no Hospital Regional de Guarabira. Ele passou mal em sua residência, socorrido, mas acabou não resistindo e veio a óbito. Na unidade hospitalar, teve três (03) paradas cardíacas.
Zenobinho sofria de pressão alta e diabete, no Hospital, a equipe médica realizou diversos atendimentos socorrê-lo, das três paradas cardíacas, os médicos conseguiram reverter em duas, a terceira, não foi possível.
Zenobinho era muito querido por diversos meios da sociedade guarabirense, sejam políticos, empresários, comerciantes, além de pessoas simples da cidade.

Guarabira ganhará biblioteca sobre trilhos em antiga estação

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB) realizará mais uma ação em torno da cultura e educação do município, desta vez, o gestor guarabirense conseguiu junto a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) um vagão de trem, que será transformado em uma biblioteca. Toscano está resgatando a antiga Estação Ferroviária, no Bairro da Esplanada, onde ficará o vagão doado.




Zenóbio anunciou que implantará algumas ações na localidade, onde recuperará a história ferroviária de Guarabira através do Museu da Ferrovia e a construção do Parque da Estação, que atenderá os moradores da Esplanada. O chefe do executivo municipal pretende restaurar a chamada ponte de tábua, que fica por trás do prédio.



O Parque da Estação receberá uma academia da saúde, duas quadras esportiva uma com piso, a segunda de areia, além de contar com equipamentos que atenderá as crianças e uma pista de skates.



Sobrevivente: Rafael diz que imaginou chegarem os três mortos em Araçagi

A equipe de resgate do Corpo de Bombeiro iniciou nesta terça-feira (25) o terceiro dia de buscas à Ivandro Batista [Vandinho], desaparecido no último domingo (23). Vandinho estava com o filho e amigos na praia do Coqueirinho, Baía da Traição, Litoral Norte paraibano, quando foi levado por uma correnteza.
De acordo com relatos de pescadores, o local onde Vandinho estava com o filho, é impróprio para o banho, o lugar acontece o encontro do rio com o mar. Durante o ocorrido, o filho de Vandinho relatou a pessoas próximas, que conseguiu erguer das águas o pai por um último instante, e percebeu que seu genitor (pai) estava com os olhos branco, e sem reação.
Rafael um dos sobreviventes, disse durante participação no jornalístico da Rádio Marmaraú FM, que caminhavam pelo banco de areia, instantes depois, revelou que não conseguiam alcançar o solo. Contou que Vandinho apenas pensou em salvar o filho, afirmou imaginar os três chegando em Araçagi ‘mortos’.  
Blog do Galdino/Raelson Galdino