Pular para o conteúdo principal

Relembre os momentos marcantes de Dunga como técnico da Seleção

Após quatro anos, Dunga está de volta à seleção brasileira. Na próxima terça-feira, a CBF oficializará o retorno do treinador que levou o Brasil até às quartas de final da Copa do Mundo de 2010. O comunicado será dado às 11h (de Brasília), em coletiva de imprensa, na nova sede da entidade, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Amado por alguns e contestado por outros, Dunga tem um aproveitamento positivo como técnico da Seleção: foram 60 partidas, 42 vitórias, 12 empates e apenas seis derrotas entre 2006 e 2010.

ESTREIA COMO TÉCNICO DA SELEÇÃO EM 2006

No dia 24 de julho de 2006, a CBF anunciou a contratação de Dunga como técnico. Substituindo Carlos Alberto Parreira, o gaúcho estreou com um empate contra a Noruega em 1 a 1, em Oslo, no dia 16 de agosto daquele ano. Foi o começo de um período vitorioso da Seleção que ainda teria pela frente a Copa América e as eliminatórias.
TÍTULO DA COPA AMÉRICA 2007
O primeiro título na era do comandante não demorou: no dia 15 de julho de 2007, o Brasil conquistou a Copa América, naquele ano disputada na Venezuela, com uma vitória empolgante sobre a Argentina, por 3 a 0, gols de Julio Baptista, Ayala (contra) e Daniel Alves.
ELIMINAÇÃO DAS OLIMPÍADAS 2008
A vingança argentina interrompeu a luta pelo inédito outro brasileiro nas Olimpíadas. Em Pequim, na China, Dunga comandou a seleção brasileira olímpica e, no dia 19 de agosto de 2008, perdeu por 3 a 0 para os rivais na semifinal. Agüero (duas vezes) e Riquelme, de pênalti, marcaram os gols. Os brasileiros terminaram disputa com o bronze.
CAMPEÃO DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2009
A redenção de Dunga veio no dia 26 de junho de 2009 com o título da Copa das Confederações. A Seleção suou, mas venceu os Estados Unidos, por 3 a 2, na final da edição da competição realizada na África do Sul. Luís Fabiano (duas vezes) e Lúcio balançaram as redes para o Brasil, enquanto Dempsey e Donovan descontaram para os americanos.
Um dos grandes destaques na Copa das Confederações foi a vitória maiúscula sobre a Itália, por 3 a 0, ainda na primeira fase. 
VITÓRIA SOBRE A ARGENTINA NAS ELIMINATÓRIAS EM 2009
Com direito a aplausos dos torcedores hermanos e gritos de "olé" dos brasucas, o Brasil carimbou o passaporte para a Copa do Mundo de 2010 no dia 9 de setembro de 2009. Em Rosário, a Seleção Brasileira não se intimidou com a Argentina, na época comandada por Diego Maradona, e saiu vitoriosa por 3 a 1. Luís Fabiano (novamente duas vezes) e Luizão marcaram os gols brasucas, enquanto a Albiceleste descontou com Dátolo.
CONVOCAÇÃO PARA A COPA DO MUNDO 2010
No dia 11 de maio de 2010, Dunga definiu a lista dos 23 convocados para a Copa do Mundo 2010. Sem muitas surpresas, o comandante não cedeu à pressão de parte da torcida e deixou os jovens talentos do Santos, Neymar e Paulo Henrique Ganso, fora dos convocados. Ronaldinho, presente em 2002 e 2006, e Adriano, que não atravessava boa fase no Flamengo, também ficaram fora. 


Para o lugar do Imperador, foi chamado o atacante Grafite, do Wolfsburg, que só havia atuado duas vezes com a Seleção.

ELIMINAÇÃO DA COPA DO MUNDO 2010

O fim da primeira passagem de Dunga no comando da Seleção veio com a eliminação para a Holanda, nas quartas de final da Copa do Mundo 2010. A seleção começou bem, marcou com Robinho logo no início, criou lances bonitos e foi pouco ameaçada. Mas, a partida após o intervalo foi outra. O Brasil falhou na defesa, seu setor mais elogiado, ficou acuado, quase não chegou ao ataque e demonstrou instabilidade emocional. A Laranja Mecânica interrompeu o sonho do hexa com o fatídico gol contra de Felipe Melo e Sneijder: 2 a 1.


No dia 4 de julho de 2010, apenas dois dias depois da eliminação, Dunga foi destituído do cargo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre em Guarabira Zenobinho vítima de Edema Agudo de Pulmão

Morreu vítima de Edema Agudo de Pulmão, Antônio Altino Batista, conhecido como Zenobinho, na tarde deste domingo (16) no Hospital Regional de Guarabira. Ele passou mal em sua residência, socorrido, mas acabou não resistindo e veio a óbito. Na unidade hospitalar, teve três (03) paradas cardíacas.
Zenobinho sofria de pressão alta e diabete, no Hospital, a equipe médica realizou diversos atendimentos socorrê-lo, das três paradas cardíacas, os médicos conseguiram reverter em duas, a terceira, não foi possível.
Zenobinho era muito querido por diversos meios da sociedade guarabirense, sejam políticos, empresários, comerciantes, além de pessoas simples da cidade.

Guarabira ganhará biblioteca sobre trilhos em antiga estação

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB) realizará mais uma ação em torno da cultura e educação do município, desta vez, o gestor guarabirense conseguiu junto a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) um vagão de trem, que será transformado em uma biblioteca. Toscano está resgatando a antiga Estação Ferroviária, no Bairro da Esplanada, onde ficará o vagão doado.




Zenóbio anunciou que implantará algumas ações na localidade, onde recuperará a história ferroviária de Guarabira através do Museu da Ferrovia e a construção do Parque da Estação, que atenderá os moradores da Esplanada. O chefe do executivo municipal pretende restaurar a chamada ponte de tábua, que fica por trás do prédio.



O Parque da Estação receberá uma academia da saúde, duas quadras esportiva uma com piso, a segunda de areia, além de contar com equipamentos que atenderá as crianças e uma pista de skates.



Sobrevivente: Rafael diz que imaginou chegarem os três mortos em Araçagi

A equipe de resgate do Corpo de Bombeiro iniciou nesta terça-feira (25) o terceiro dia de buscas à Ivandro Batista [Vandinho], desaparecido no último domingo (23). Vandinho estava com o filho e amigos na praia do Coqueirinho, Baía da Traição, Litoral Norte paraibano, quando foi levado por uma correnteza.
De acordo com relatos de pescadores, o local onde Vandinho estava com o filho, é impróprio para o banho, o lugar acontece o encontro do rio com o mar. Durante o ocorrido, o filho de Vandinho relatou a pessoas próximas, que conseguiu erguer das águas o pai por um último instante, e percebeu que seu genitor (pai) estava com os olhos branco, e sem reação.
Rafael um dos sobreviventes, disse durante participação no jornalístico da Rádio Marmaraú FM, que caminhavam pelo banco de areia, instantes depois, revelou que não conseguiam alcançar o solo. Contou que Vandinho apenas pensou em salvar o filho, afirmou imaginar os três chegando em Araçagi ‘mortos’.  
Blog do Galdino/Raelson Galdino