Pular para o conteúdo principal

Em nota, assessoria diz que prefeito deve explicações e fez infeliz brincadeira "em compra de apoio"


Após a denúncia da Coligação "A Força do Trabalho"  que tem como candidato à  reeleição ao governo do estado, Ricardo Coutinho, atribuindo ao senador Cássio a compra de apoio político. O prefeito de Caiçara, Cícero Francisco, que aparece em gravação na suposta compra de apoio político se manifestou, através de sua assessoria de comunicação. Em nenhum momento nega a conversa e ainda afirma: 

"O prefeito assume a responsabilidade e sabe que deve explicações ao povo caiçarense, aos seus vereadores, ao Presidente da Assembleia Legislativa do Estado e ao Senador Cássio, pela infeliz brincadeira, e não foge disso".
 
Confira à integra:
 
Nota Informativa
 
Venho por meio da Assessoria de Comunicação do Prefeito Cícero, falar em seu nome. Cícero que está envolvido diretamente na denúncia de venda de voto e apoio político para o Candidato ao Governo do Estado pelo PSDB, Cássio da Cunha Lima. Denúncia que foi divulgada nesta quinta-feira, 24 de Julho, por vário meio de comunicação do estado, após coletiva com a bancada jurídica da Coligação “A Força do Trabalho”.
 
Primeiro dizer que o Prefeito Cícero é o maior interessado em que seja explicado a gravação que chegou às mãos do Coordenador de Campanha da Coligação “A Força do Trabalho”, do candidato Ricardo Coutinho, e tornada pública, e que fará isso assim que concluir os esclarecimentos que irá prestar a coligação “a vontade do povo”, encabeçada pelo Senador Cássio da Cunha Lima, agora pela manhã. 
 
Mas adianta que em momento algum houve negociata, ou qualquer outra ação nesse sentido, para declarar apoio à Cássio, a não ser a razão já explicada em nota enviada a imprensa no início da semana. 
 
O gestor também adianta que insistentemente o senhor Sales Dantas ligou para ele até que este resolvesse atender. Pela forma como se comportava Sales, o Prefeito logo deduziu que se tratava de uma armação, uma brincadeira de mau gosto. Mas ingenuamente, e aí foi seu grande erro, permitiu que a conversa se aprofundasse e chegasse até o momento em que se falou de valores para oferecer apoio à Cássio. Cícero tinha certeza que não poderia ser séria a conversa, pois tinha a certeza que jamais alguém conversaria determinado assunto pelo telefone. Sem acreditar que a conversa fosse tomar o rumo que tomou, o Prefeito criou histórias e contou fatos que não aconteceram, envolvendo, inclusive, terceiros. Vale dizer ainda que a conversa foi editada, sendo divulgada apenas, a parte que era interessante pelos denunciantes. 
 
Lamentamos a forma suja, maldosa, ridícula e premeditada com a qual agiu o ex-Secretário de estado, senhor Sales Dantas, pessoa já conhecida pelas suas condenáveis práticas, chefiado pelo coordenador de campanha da coligação, senhor Célio Alves, que muito tem surpreendido os Paraibanos com sua forma grosseira e prepotente de tratar a todos, inclusive os políticos. 
 
O prefeito assume a responsabilidade e sabe que deve explicações ao povo caiçarense, aos seus vereadores, ao Presidente da Assembleia Legislativa do Estado e ao Senador Cássio, pela infeliz brincadeira, e não foge disso. Assim que concluída sua conversa com a assessoria jurídica do Senador Cássio, Cícero encaminhará uma nota de esclarecimento direcionada à todos. 
 
Mas também adianta que, orientado pela sua assessoria jurídica deve responsabilizar criminalmente os envolvidos. O senhor Sales Dantas deve ser representado na Justiça  por vários crimes, entre eles o de falsidade ideológica, já que brincou de ser outra pessoa. 
 
Por último assegura que, além da sua nota de esclarecimento, uma nota oficial da sua assessoria jurídica, será encaminhada a toda imprensa do estado da Paraíba, ainda nesta sexta.
 
Obs.: A nota aqui escrita é informativa e não esclarecedora.
Júnior Campos
Assessor de Comunicação do Prefeito Cícero

Com Tribunal de Notícia 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre em Guarabira Zenobinho vítima de Edema Agudo de Pulmão

Morreu vítima de Edema Agudo de Pulmão, Antônio Altino Batista, conhecido como Zenobinho, na tarde deste domingo (16) no Hospital Regional de Guarabira. Ele passou mal em sua residência, socorrido, mas acabou não resistindo e veio a óbito. Na unidade hospitalar, teve três (03) paradas cardíacas.
Zenobinho sofria de pressão alta e diabete, no Hospital, a equipe médica realizou diversos atendimentos socorrê-lo, das três paradas cardíacas, os médicos conseguiram reverter em duas, a terceira, não foi possível.
Zenobinho era muito querido por diversos meios da sociedade guarabirense, sejam políticos, empresários, comerciantes, além de pessoas simples da cidade.

Guarabira ganhará biblioteca sobre trilhos em antiga estação

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB) realizará mais uma ação em torno da cultura e educação do município, desta vez, o gestor guarabirense conseguiu junto a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) um vagão de trem, que será transformado em uma biblioteca. Toscano está resgatando a antiga Estação Ferroviária, no Bairro da Esplanada, onde ficará o vagão doado.




Zenóbio anunciou que implantará algumas ações na localidade, onde recuperará a história ferroviária de Guarabira através do Museu da Ferrovia e a construção do Parque da Estação, que atenderá os moradores da Esplanada. O chefe do executivo municipal pretende restaurar a chamada ponte de tábua, que fica por trás do prédio.



O Parque da Estação receberá uma academia da saúde, duas quadras esportiva uma com piso, a segunda de areia, além de contar com equipamentos que atenderá as crianças e uma pista de skates.



Sobrevivente: Rafael diz que imaginou chegarem os três mortos em Araçagi

A equipe de resgate do Corpo de Bombeiro iniciou nesta terça-feira (25) o terceiro dia de buscas à Ivandro Batista [Vandinho], desaparecido no último domingo (23). Vandinho estava com o filho e amigos na praia do Coqueirinho, Baía da Traição, Litoral Norte paraibano, quando foi levado por uma correnteza.
De acordo com relatos de pescadores, o local onde Vandinho estava com o filho, é impróprio para o banho, o lugar acontece o encontro do rio com o mar. Durante o ocorrido, o filho de Vandinho relatou a pessoas próximas, que conseguiu erguer das águas o pai por um último instante, e percebeu que seu genitor (pai) estava com os olhos branco, e sem reação.
Rafael um dos sobreviventes, disse durante participação no jornalístico da Rádio Marmaraú FM, que caminhavam pelo banco de areia, instantes depois, revelou que não conseguiam alcançar o solo. Contou que Vandinho apenas pensou em salvar o filho, afirmou imaginar os três chegando em Araçagi ‘mortos’.  
Blog do Galdino/Raelson Galdino